domingo, 3 de fevereiro de 2008

Poema - 26

BUTTERFLY


Como outras mais
borboletas também, iguais
rompo o cerco que me prendia
solto as asas, nos olhos... a alegria

No ar, a felicidade que voa
no peito algo destoa
sou como todos os casulos
mas, no peito, sonhos nulos

Como um mosaico gigantesco
a profusão de cores em um arabesco
animais ou vegetais
todos desiguais

Sentimentos desencontrados
as dores afetam o cotidiano
tudo tão ambíguo
quem cortou meu umbigo???

Procuro o caminho de volta
o mundo me revolta
ainda tantas maneiras eu tento
mas é impossível v
oltar no tempo.

(Lara Cardoso)

7 comentários:

elvira carvalho disse...

Gostei do poema. Mas não conheço a autora. Poderia dar-me alguma informação?
O seu selo está diferente de quando mo deu. O outro não é animado.
Bom Carnaval.
Um abraço

Marta disse...

Lindo; o tempo pode não voltar, mas fica gravado na memória os momentos felizes...
Obrigada pelo Award - terei que pedir ajuda a alguém para o colocar..
Beijos e abraços
Marta

Anónimo disse...

que lindo poema :) te desejo uma optima semana . hje deixo um poema de carnval se kiseres passa por cá e vou levr o teu selinho po meu blog se nao,te importares
------------,,;;;;;;;;;;,,, ¸.•(* . *.*`•.¸.•´* . * . *
---------,;;;;;;;;;;;;;;;;;, ¸.•(* . *.*`•.¸.•´
-------,;;;;;;;;;;;,)))),))),),,;; ¸.•(* . *.*`•.¸.. * .
-----,;;;;;;;;;;´-------------|))))))))))))) ¸.•(* . ´
----;;;;;;/-)´´--------------/,)))(((((((((((( ¸.•* *
----;;;;´-,.-------------~|-´´---))))))))))))) ¸.* ..
------/-----/,------------|--------(((((((((((((( ¸.* .
----/´-----------------_/~´-------´)|()))))))) ¸. *
--/´------------´-----/---------o`_/)))(((((¸.•* .
/----------------/´´´´- (___----/--())))))))¸.•*.
------------,---------------- -------((((()(((( ¸.• .
bj
carla granja

Manuela disse...

Olá amigo Joseph

Eu já tinha levado o selo e coloquei no meu blog das Fadas.
E tenho o outro antigo no blog das Boas- vindas.

Por aqui continuam doentes.`
É assim quem tem filhos...
Manuela

Manuela disse...

Olá amigo Joseph

Eu já tinha levado o selo e coloquei no meu blog das Fadas.
E tenho o outro antigo no blog das Boas- vindas.

Por aqui continuam doentes.`
É assim quem tem filhos...
Manuela

Manuela disse...

Olá amigo Joseph

Eu já tinha levado o selo e coloquei no meu blog das Fadas.
E tenho o outro antigo no blog das Boas- vindas.

Por aqui continuam doentes.`
É assim quem tem filhos...
Manuela

Cöllyßry disse...

Olá amigo Joseph,ainda bem que alterei o tamabho da imagem do topo,que bem ficou,e os selinhos,tudo funciona bem,e bem que fica...satisfeita fico...

Verdade que não é possivel voltar no tempo...belissimo poema

Doce meu beijo