terça-feira, 18 de outubro de 2011

ORLANDO DOS SANTOS TOMÉ - Um "Anjo" que andou 19 anos na Terra...




Faz hoje 48 anos que partiu um "Anjo", um "Santo", um "Irmão"...

Orlando Tomé, nasceu na Beira (Moçambique) no dia 25 de Maio de 1944, tendo falecido devido a um acidente de viação no dia 18 de Outubro de 1963. Tinha 19 anos. Era uma jóia de moço! Passava a vida entre a Beira e Gondola, dado ser familiar de ferroviários. Vou falar dele porque com ele convivi algum tempo.

Iniciámos os nossos estudos, Eu, o ORLANDO e o CARLOS GUILHERME, no Liceu Pero de Anaya, na cidade da Beira, sita em Moçambique ( antiga Província Portuguesa). Durante uns anos acompanhámos a vida uns dos outros para além dos estudos.

Enquanto eu jogava Hóquei em Patins e fazia Teatro Amador, o ORLANDO e o Carlos andavam metidos em cantorias! O ORLANDO tinha muito jeito para o Rock e o Carlos para o canto lírico (Tenor). Acabaram por ir parar a um Concurso para apurar a melhor voz e já não me recordo de quem ganhou, mas lembro-me que ficaram nos 2 primeiros lugares, o ORLANDO com uma canção do Elvis Presley e o Carlos cantando, do Mário Lanza, a célebre "Granada". Foi um Show!...

O ORLANDO e o Carlos Guilherme continuaram a estudar.

E...como eu digo no meu "Postal de Recordação" (que a mãe distribuiu por todos os familiares e amigos) e que não se consegue ler, mas que a seguir transcreverei, tudo se desmoronou para o ORLANDO num dia 18 de Outubro...



POSTAL DE RECORDAÇÃO

PARA TI, AMIGO!

PARA TI,
ORLANDO DOS SANTOS TOMÉ
que colega meu
foste,
Que passaste
parte da vida
comigo,
Que soubeste
COMPREENDER, VENCER e ULTRAPASSAR...
os momentos difíceis
e de maior amargura...

PARA TI,
que usufruias a alegria
de viver...
e p´ra quem
a tristeza,
não tinha voz positiva...

PARA TI,
que estudavas
para te compreender
e para
nos compreender melhor...
para que mais tarde,
não se sabia quando?!...
Pudesses saber quem eras?!...
e quem éramos...

PARA TI,
que numa maldita tarde,
entraste...
num automóvel,
e ele...
"traiçoeiro",
te traçou o trágico fim,
em Hilton - África do Sul,
ainda estando tu,
"na flor da idade"...
"das ilusões"...
"e dos ideais"...

PARA TI,
que o mereces,
vai
o Eterno desejo
do sempre sincero Amigo: VIEIRA

Descansa EM PAZ.

Vila de Nova Lusitânia, 23 de Outubro de 1963.
José Bento Vieira

...Quando se dirigia para a África do Sul, onde estudava, a viatura onde seguia com mais colegas (sendo um deles o Soares), perto de Hilton, teve um brutal acidente de que resultou 1 morto e 4 feridos com bastante gravidade. O único passageiro que não apresentava nenhuma fractura, parecendo mais que estava a "dormir", chamava-se ORLANDO e estava "morto"!... Os restantes colegas, andaram meses e meses a submeterem-se a operações, acabando todos por se salvar e continuaram as suas vidas. O condutor, que ficou todo partido...salvou-se!

Pelos depoimentos de todos que o conheciam e que com ele conviviam, muito em especial na Beira, tratava-se de um jovem fora do comum, tanto no trato como na sua postura perante a vida e perante as relações com os outros. Era um jovem sem vícios, adorado por todos. De tal forma era isto verdade que, sobretudo após a sua morte, e tendo conhecimento de alguns pormenores que a sua mãe contava, em especial o facto de ele gostar muito de flores "ROXAS", as pessoas começaram a rezar por ele e mais tarde a ORAR a ele, com base numa oração que a sua mãe pediu para lhe escreverem e que passou a circular de mão em mão.
















Essa Oração, trago-a sempre comigo e rezo-a todos os dias. Hoje irei à Vieira de Leiria, visitar o "meu Amigo" e Orar a ele, levando-lhe flores ROXAS.

ORAÇÃO ao "Santo" ORLANDO TOMÉ:

*****ORLANDO, que o Senhor Deus que está contigo, te guie e abençoe as tuas mãos suaves, para que, com a sua Benção Divina, com a ajuda de Maria Santíssima e de todos os Anjos e Santos do Céu, possas curar as doenças graves dos que sofrem sem esperança, proteger a nossa juventude e as nossas famílias, suavizar as nossas dores e tristezas, guiar-nos nos espinhosos caminhos da vida.
*****Rogamos-te, querido ORLANDO, que oiças as nossas preces e que elas sejam dignas de serem atendidas pelo Santíssimo Sacramento.

*****Suba a Vós, Senhor, a nossa Oração.


...E passaram a acontecer curas e protecções que as pessoas contavam, dizendo que haviam Orado ao ORLANDO e pedido as coisas mais diversas e que haviam sido atendidas!...e passaram a colocar sobre a sua urna vestidos de noivas, pernas de cera, pés de cera, mãos de cera, as mais variadas coisas, sempre acompanhadas por ramos de flores ROXAS.

Desconheço se a Igreja teve conhecimento destes casos, pois eu, pouco tempo depois, saí da Beira e nunca mais vi os pais dele, Sr. António e D. Olímpia, que faleceram poucos anos depois, um a seguir ao outro, provàvelmente, do desgosto tremendo que tinha sido a perda daquele maravilhoso filho..."um Anjo"!...

Os restos mortais da família Tomé, incluindo o ORLANDO, vieram para Portugal e estão, em Jazigo familiar, no cemitério da Vieira de Leiria.



Notas Finais: a) - O ORLANDO pertencia à família de Tomé Feteira da Vieira de Leiria.
.....................b) - O Carlos Guilherme veio para Portugal há 40 anos e é hoje um cantor lírico (Tenor) sobejamente conhecido, tendo editado um CD em dueto com a cantora Anabela; para além disso, se ainda não se Reformou, é professor de Matemática.

2 comentários:

Unknown disse...

Adorei o que li sobre o Orlando, era da minha idade e conheci-o mt. bem. Ele fez a primária comigo. Sofri mt. quando ele morreu. Teresa

Graça Moreira disse...

"Bebi" todas as palavras, tudo o que aqui foi escrito sobre o tão saudoso colega e amigo Orlando, linda pessoa, tanto por dentro como por fora.
Vivi na Beira desde 1950, lá cresci, lá estudei e me fiz mulher e conheci bem o Orlando e nunca poderei esquecê-lo e a forma trágica como partiu.
Bem Haja pela linda Homenagem.