sábado, 12 de abril de 2008

O amor não tem côr, nem raça!...



O Amor!
O Amor não tem cor, não tem raça!
O Amor não tem país, nem língua...

Vê-se amor no olhar terno desta mãe...
Que importa se sabe ler ou escrever? Ela ama...
Observa-se uma magia fantástica no seu rosto..., eu sinto isso, e acredito que
a ela pouco lhe importa se está bem na foto ou não, se tem roupa de marca
ou não...
O sorriso dela prendeu-me, é um facto!

Arrepia-me só de pensar que existem mães que abandonam os filhos. Não
consigo conceber tal ideia...é brutal demais!
Podem vir com as teorias que quiserem...não me entra na cabeça.
Actualmente existe ao dispor de TODOS, os meios para quem não quer
engravidar, por isso não me lixem com a história de fulana....
Ok, existe para mim uma única excepção. Se for num caso de violação, mas
caso contrário, não aceito de todo! E estou a referir-me apenas ao abandono
de crianças....

Ser mãe é algo que não consigo definir...
Se disser que é o melhor, estou a mentir, pois é muito melhor que o melhor...
Se disser que foi o melhor que me aconteceu, estou a mentir, pois o melhor
que me acontece é todos os dias olhar para o meu filho, não só quando
nasceu...
Se disser que o amo muito, é...estou a mentir...pois amo-o muito mais!
O resto....é secundário!

Apeteceu-me colorir o texto com as cores que esta mãe nos oferece :)

(Som do Silêncio)
Escrito pela Som do Silêncio (Blog) em 2007.11.26

9 comentários:

Som do Silêncio disse...

Olá Joseph

Desde já quero agradecer a tua simpática visita ao meu blog, bem como as palavras que me deixaste.

Foi uma surpresa boa a que aqui encontrei.
Este post é dos vários que escrevi, e um dos que mais gosto. Desde já agradeço imenso a tua atitude.

Sim, de facto foi desagradável a outra situação, mas infelizmente existem pessoas capazes de tudo. De tal forma que a pessoa viu que fez mal, que depois de eu ter dito o que se tinha passado, começou por colocar o blog apenas a amigos, mas agora já o apagou. Todo o blog era constituído por textos de outras pessoas.
Mas tudo bem, o assunto foi resolvido.

Falas também do outro "Som do Silêncio". Não somos a mesma pessoa. Logo no início quando tomei conhecimento da situação fui ver o que se passava, pois recebi alguns mails a fazerem-me perguntas sobre alguns textos.
Com o tempo, as pessoas viram que de facto nada tinhamos em comum.
Eu iniciei primeiro o meu blog, e como tal o "Som do Silêncio" original é meu.
Mas no mundo dos blogs, existem muitos nomes iguais, e quanto a isso nada podemos fazer. Se dúvidas existirem, os oróprios blogs ditam a diferença.

Tens um gosto musical muito identico ao meu. Todas as bandas que falaste fazem parte do meu "crescimento", e sei que tirei imenso gosto em partilhar com o meu filhote.

Muito, mas muito obrigada mesmo pela tua visita, e espero que voltes mais vezes, a porta está aberta :)

Deixo um beijo terno

Flor disse...

À pessoas que não nasceram para serem mães!
Outras há que não o podem ser, e que dariam umas óptimas mães, a vida é assim mesmo! :)

Claro que o Amor não tem raça nem cor, afinal o Amor é a Essência da Vida.....

Obrigado Joseph pelas tuas orações para com a minha amiga Isabel. Deus ouviu-nos!

Tem um Domingo excelente, junto dos que mais amas, Amigo! :)

Flor com admiração

Luz disse...

Amigo,
O meu miúdo está doente, estou sozinha... O meu marido está a trabalhar.
O dia de ontem foi para esquecer. O miúdo assim, entretanto a máquina dele de aerossol pifou, quando a liguei estava morta (o meu filho é asmático como eu e a gripe fez com que desencadeasse uma crise), sem tempo a perder fui comprar outra, tome lá 150€ e dê cá a máquina (era isso ou hospital com ele, mas com as defesas naquele estado entra lá com uma gripe e sai de lá com isso e mais duas ou três doenças) entretanto mando aquela para reparação sempre fica para os imprevistos; a máquina da roupa está louca, bloqueia a meio dos programas e começa a andar com o tempo para trás (quem me manda comprar coisas digitais); o meu cão achou que as toalhas que estavam na corda já estavam secas e foi "apanhá-las", já estava tão cansada, saturada, olhei para aquilo e desatei a chorar, mas levou, não se livrou de levar umas palmadas no rabo; anteontem como se não bastasse já terem mudado as férias do meu marido umas 10 vezes (não estou a exagerar) ainda queriam que ele fosse a uma acção de formação (bonito nome) durante as férias que vai ter este mês "se não vieres é falta injustificada" dizem eles, é preciso ter muita lata; o conta km do carro pifou (digital como a máquina da roupa), na marca dizem que aquela treta são 450€ + iva + mão de obra.

Como vez amigo do meu coração, estou "óptima"!!!

Hoje por aqui está sol, mas ontem não esteve, ainda assim não posso sair com o miúdo assim, tenho de me contentar com o jardim.

Obrigada amigo e desculpa o desabafo, por estas bandas as coisas não estão fáceis.

Jinhos muito muito grandes.

amigona avó e a neta princesa disse...

Porque te encontrei na Elvira e li o teu comentário vinha dizer-te que se não comemorares o 25 de Abril, "eles" os tais que abominas ficarão MUITO contentes!

Gostei de te conhecer...

Manuela disse...

Puxa que reportório.
Isto é um consultório??
Parece.

Bom ontem não vim até cá porque o meu computador pifou e lá me arranjaram outro hoje ehehe.
As Manuelas são lixadas.

Deixo um beijo e boa semana de trabalho.

Manuela

Cöllyßry disse...

Amigo querida, Joseph...Amor sem raça ou cor...é o verdadeiro...amor,

Hoje dia do beijo,dizem...

O venho deixa, doce e terno

A Flôr disse...

Vim espreitar o teu canto... :))

E aproveito para te desejar uma boa semana.

Beijiiiiiiiiinhos da Flor amiga :D

belakbrilha disse...

O AMOR é doação!!!
é partilha...
é olhar na mesma direcção!

Quanto ao amor de mãe...
não se explica...sente-se!

Não condeno...quem sou eu para atirar a primeira pedra...mas jamais seria capaz de abandonar um filho meu!
Daria a minha própria vida em troca da deles se isso fosse preciso!

beijos

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Oh, "Vermelhinho", hás de me explicar porque não podes fazer dieta quando há neve na Serra da Estrela !!!!!Sempre podes comer neve......
Concordo plenamente contigo : o amor não tem cor, nem raça,....até uma belgazinha que vem passar férias em Portugal com os pais (tinha 17 anos...) pela primeira vez apaixona-se e encontra a felicidade neste maravilhoso país !
Eu também não posso imaginar uma mãe abandonar o seu filho. E como bem dizes, mas atenção, só nos países desenvolvidos, agora quem não quer crianças tem todas as possibilidades de não as ter : antes, durante e depois sem ter também de recorrer ao aborto que para mim é uma violência, para não falar das minhas convicções religiosas. Eu própria tive a infelicidade de ter 2 abortos espontâneos e bem sofri por causa disto. Quanto à violação,
o caso é diferente, o acto não é voluntário mas também há sempre a pilula do dia a seguir.
É sempre um prazer visitar o teu blog, caro Joseph e ainda por cima, fazes-me pensar no meu tio...oncle Joseph !
Beijinhos verdinhos