domingo, 30 de março de 2008

Poesia sensual... pela noite adentro.



EXCITAÇÃO POÉTICA

Quando escrevo, eu me excito
Só, de amor, pensar em ti...
Sinto as entranhas ardendo,
Vou com prazer remoendo
O que contigo vivi.

Ondas de calor me afagam,
Sofro a dor dos desejos.
E cada verso transpira
A excitação que me inspira
A buscar mais por teus beijos.

Cada poema que faço
É como amor fazer:
Tomar-te em mim, amado,
Sentir teu corpo adorado
Penetrando em meu querer...

Rolam as letras que traço
Como rolamos nós dois...
E permanecem mostrando,
Nosso prazer expressando
Antes, durante... e depois...

Maraína Bastos

3 comentários:

manuela disse...

Ui Ui!!!
Que Excitação!!!

Abraço

Manuela

Cati disse...

Muito bom este. Boa escolha.
Beijoca*

Anónimo disse...

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel