sábado, 3 de janeiro de 2009

Morreu a mulher mais velha do mundo, MARIA DE JESUS, natural de OURÉM....



Maria de Jesus


Mulher mais velha do Mundo morreu feliz .

Maria de Jesus tinha 115 anos, tendo nascido em 10 de Setembro de 1893, na Urqueira - Olival, Concelho de OURÉM, e suspirou ontem pela última vez quando se dirigia ao médico

Estava bem disposta quando acordou, tomou o pequeno-almoço e até pediu um copo de água. Maria de Jesus, a mulher mais velha do Mundo, deu o último suspiro esta sexta-feira de manhã, quando rumava ao hospital.

A família garante que Maria "nunca teve de problemas de saúde". Aos 115 anos "ainda comia muito bem" e "via melhor do que ouvia", diz a filha Madalena que ultimamente "andava preocupada com as mãos inchadas" da mãe.

Decidiu, por isso, que era chegado o momento de ir ao hospital. Manhã cedo, Maria acordou, tomou o pequeno-almoço - "umas sopas de leite" - e com a ajuda das funcionárias do centro de dia vestiu-se para ir ao médico. "Esteve sempre bem disposta", assegura Madalena. E é emocionada que conta que a mãe "deu o último suspiro" quando entrava na ambulância. "Morreu descansada", assegura.

Sentada ao lado da urna, onde repousa o corpo da mãe - que está a ser velado na Casa Mortuária da Madalena -, a filha conta que Maria "teve uma vida cheia. Esteve sempre bem, comia e dormia bem", mas ao longo do último ano, "e porque já ouvia mal, começou a falar pouco".

Chorosa, Madalena, que conta já 84 anos, a maioria dedicados a cuidar da mãe, recorda que na véspera (anteontem), Maria de Jesus "jantou bem, comeu uma sopa e uma peça de fruta".

A morte de Maria de Jesus chegou a todo o Mundo. Era, desde há cerca de dois meses, a mulher mais velha do Mundo.

Maria rumou cedo ao Corujo, concelho de Tomar. Casou e enviuvou aos 57 anos. Teve seis filhos, uma morreu à nascença e outro dois mais recentemente. Manuel dos Santos é o filho mais velho vivo, com 89 anos, seguindo-se Madalena, com 84, e Alda, com 77 anos. Tinha 11 netos, 16 bisnetos e cinco trinetos. O funeral realiza-se hoje, pelas 15 horas, no cemitério da Madalena.

"Lamento a sua morte, mas é a lei da vida". Corvêlo Sousa, presidente da Câmara de Tomar, reflectia desta forma o sentimento de muitos que ontem se juntaram à dor da perda de Maria. "Temos a consolação de ter conhecido uma senhora persistente, lutadora, que viveu com dificuldades e conseguiu superá-las, durante um período de tempo fora do comum", sustentou o autarca em declarações à Lusa. Côrvelo de Sousa destacou "a alegria" de ter estado presente no último aniversário da idosa que "foi partilhado por muitos amigos e familiares".

JN/A.Serôdio/Net/24h/Joseph

3 comentários:

Anónimo disse...

Ninguém vive para sempre, como alguns pensam.
Boa Semana, as melhoras da sua esposa.
Abraço
Manuela

Andreia do Flautim disse...

Bem, 115 anos não é para toda a gente!

Verdinha disse...

a morte é smp triste mas 115 anos, jesus, para mim é tempo a mais :X